Ampliação e modernização das instalações da biza

Crescimento e consolidação da marca no mercado pediram novos investimentos na unidade fabril do GHT

A Biza cresceu e a marca, que já era uma referência em qualidade no mercado de peças de reposição para máquinas pesadas, consolidou-se ainda mais.

A grande demanda por produtos Biza fez com que a empresa precisasse aumentar sua produção e, para que isso fosse feito da melhor forma possível, a fábrica foi ampliada.

Por meio da aquisição de um terreno localizado ao lado da sede atual, em Pinhais, no Paraná, iniciou-se a ampliação das instalações da Biza. O novo espaço permite o crescimento da empresa, possibilitando a aquisição de novos maquinários e processos.

Esse aumento da área fabril impacta positivamente em todo o layout da unidade e em pontos importantes como carga e descarga no recebimento, maiores espaços para solda, pintura e área de controles. Isso faz com que haja uma otimização dos processos, podendo levar a redução de custos de produção.

Duas novas máquinas já foram adquiridas: um torno GL 550 e um centro de usinagem D1500. Esses equipamentos de última geração trazem à Biza uma maior capacidade produtiva, permitindo acompanhar os níveis variáveis das demandas da fábrica.

“Um passo muito importante foi dado com a ampliação da fábrica. Chegamos num momento no qual foi preciso tomar essa decisão para continuar crescendo, pois a Biza ganhou maior visibilidade e credibilidade no mercado. Agora temos a possiblidade de aumentar nossa produção e manter a qualidade dos produtos e processos, o que representa um crescimento seguro e sólido como a própria marca”, explica o gerente da unidade Ricardo Heinzelmann.

consulte Mais informação

Peças de proteção contra desgaste

A proteção contra desgaste ajuda na redução de custos, pois evita que as peças tenham que ser trocadas antes do prazo normal, causando perda de produtividade.

As ferramentas de penetração de solo (FPS) têm como finalidade proteger os componentes de alto custo das máquinas, como a borda base de caçambas, a chapa estrutural e todas as estruturas que ficam em contato direto com a extração do minério, rochas e demais materiais presentes nos solos. Elas representam grande parte dos custos de manutenção de uma máquina.

consulte Mais informação

Saiba tudo sobre a Biza

Marca própria do Grupo Hidrau Torque, Biza é uma das principais em peças de reposição para equipamentos pesados no Brasil

A Biza é a marca do GHT que nasceu em 1985 com o objetivo de oferecer uma linha de produtos com maior durabilidade. A marca se apoia em dois importantes pilares: qualidade e tradição e é assim que ela se mantém como uma das melhores marcas do mercado nacional em peças para equipamentos pesados Caterpillar, Komatsu, Atlas, Volvo, entre outras.

Com um portfólio de mais de 4.000 itens, seu grande diferencial é o foco em atender seus clientes oferecendo os melhores custos e qualidade, atuando no desenvolvimento de produtos, com projetos personalizados. Para isto, são estudadas as propriedades mecânicas dos itens a serem fabricados, indicando assim, o tipo de matéria-prima, tratamento térmico, termoquímicos e de superfície específicos para cada caso. A empresa investe constantemente na pesquisa de novos materiais, processos e qualificação de seus funcionários.

consulte Mais informação

Biza recebe estudantes para visita técnica

Acadêmicos do curso de Engenharia Mecânica da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Umuarama, realizaram visita técnica à indústria de peças Biza, localizada em Pinhais, cidade da região metropolitana de Curitiba/PR (em 27/7).

A turma, composta por 42 alunos do 3º e 4º anos, estava acompanhada dos professores Patrik Pollizello (coordenador) e Fabrício Fasolo. Na empresa, os futuros engenheiros mecânicos conheceram todo o processo de fabricação de peças, passando pelo setor de corte a plasma, o torneamento por CNC e manual, fresamento por CNC, retificadoras e forjamento.

consulte Mais informação

Vagas em aberto



Operador de Produção II em Pinhais - PR

Ver o anúncio completo



Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0